março 14, 2011

Liberdade

Quem sabe os animais existam para aqueles que admitem que nem todo ser humano é capaz de amar infinitamente e de emitir tanta liberdade nos olhos?

 Ou então, como pode, um objeto, uma música ou um "status" me deixar mais seguro do que a minha verdadeira liberdade de explorar o meio em que vivo ?

  ---

Eu fico aqui, pensando com os meus botões, de vez em quando: como é curioso eu me sentir tão livre pra abraçar um cachorro, fazer cafuné, conversar  e não poder fazer isso com as demais pessoas.

As regras sociais, a boa conduta e a "educação" não permitem. Estamos cada vez mais distantes uns dos outros.

É como se não fôssemos mais da mesma espécie. E mesmo se não fôssemos, não seria justo nos discriminarmos dessa forma.

18 comentários:

Jim Carbonera disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jim Carbonera disse...

é foda, e do jeito q esta, a tendencia é cada vez mais essa separação. Os humanos nao valem a merda que cagam. Por isso que a cada dia, valorizo mais os animais q a nossa propria raça!

Bjs

http://www.estilodistinto.com/

Rai disse...

Nossa, imagina um homem fazendo carinho na barriga de uma mulher. Assédio sexual, HAUAHUHAUHAU

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, gostei do texto...Espectacular....
Cumprimentos

Viviane Moraes disse...

é complicado !!

Carla disse...

Olá Stephanie vim conhecer seu espaço.
E de cara já encontro essa postagem.
Eu sempre digo que tenho medo de pessoas, não gosto do convívio. E é claro, prefiro os animais.

Posso ficar ?

beijos

Lucas Moratelli disse...

Oi Teph.

Amei o template do blog.
A imagem deste post ainda mais, acho que é uma gravura do Goeldi.

Bem, quanto ao texto... Eu ainda tenho esperança nos poucos da nossa espécie. Esses que não tem medo de dizer que gostam quando gostam e abraçam quando querem abraçar etc.

Beijo Grande.

Ah, vi as fotos da sua cachorrinha no Facebook. Linda ela. (:

A. Reiffer disse...

Pensaste muito bem, parabéns! Abraços!

หคтнყ disse...

A cada dia que passa os seres humanos estão cada vez mais irracionais.
Trite isso.

Eu me lembrei dessa frase: Cada dia que conheço o ser humano, mais gosto dos animais.

Bejjo

Rubi disse...

Infelizmente, é disso para pior.
Quem sabe algum dia, as pessoas pensem um pouco mais ... só espero que não seja tarde demais e que eu esteja viva para presenciar essa mudança.

Fazia tempo que não passava aqui *-*
Ainda bem que não perdi nenhum texto.

Até mais!

หคтнყ disse...

rs Estou aqui mais uma vez:

Fui indicada ao meme e agora estou indicando
você, se quiser participar:

http://nathydorgas.blogspot.com/

Bejjo

André Walker disse...

dizem que a diferença entre humanos e animais é que os animais não tem alma (raciocínio lógico, fala, "sentimentos") maseuachoqueé melhor não ter "alma" do que ter uma alma podre...

S.tephanie M.ello disse...

Podes crer, André.

Guilherme Canedo disse...

Pra mim a grande diferença não é a questão da alma em si... Pois acho que todo ser vivo possui a sua, não creio que isso seja exclusividade nossa; ou seja, até mesmo nesse ponto mostramos uma prepotência e uma vontade em sermos melhores e vemos uns aos outros como inimigos...

• || Rai || • disse...

Het Teph! Que bom que gostou do post ^^
Nem sabia que vc gostava de Rihanna, mesmo que só um pouquinho, hehe. Na próximo coloco mais conteúdo sobre rock \m/
Beijão!

Láh/ disse...

Vê-se isso quando entramos no elevador, damos "Bom dia" e não há resposta alguma.
Você tenta uma espécie de aproximação, nem que seja uma aproximação estilo "política de boa vizinhança", mas as pessoas nem se esforçam em dar uma mínima abertura.
=)

Boa reflexão! :)

Lorde Croowel disse...

Muito bom o texto. As vezes sinto que tenho mais afinidade com animais. Eles não mentem, são sinceros, absolutamente sinceros. Ao contrário de seres humanos, que são sempre seres humanos, imprevisíveis e na maioria egoístas. Eu não sou uma pessoa 100% aberta, confesso admitir problemas no mundo lá fora. Justamente pelo fato de me sentir meio fora de foco, torto, sei lá...eu sinto uma barreira separando. É claro que essa sensação não ocorre com qualquer companhia. Mas no trabalho,faculdade, ou sei lá....até no banco, eu sinto que a vida humana se resume muito mais no meu EU e nos meus Eus. Em relação a discriminação, já é algo enraizado na Terra, na essência dos muito seres humanos por aí, a maioria. Isso transfere de pai pra filho...como uma doença hereditária.

AC disse...

É isso, Stephanie, as pessoas são demasiado formais...

Beijo :)