agosto 16, 2009

A diferença



Fico pensando em como aquilo tem poder sobre ele. Em como, tudo o que acontece, o faz se sentir mais forte. Aquela melodia que surge do nada, talvez vinda de uma dimensão mais exata do que essa. Ela vêm do profundo e ela o satisfaz. Ele talvez não precise de mais nada na vida. Não dá importância à comida, nem à água, mas acaba por consumir. Mas aquilo... Ah, ele não conseguia me explicar. E eu ficava cada dia mais curiosa.

Então eu comecei a observar, sempre que ficava ao seu lado, em como tudo o transformava. Aquelas notas, aqueles sonhos. Um mundo muito melhor do que este. Um mundo sem igual, que não tem início nem fim. Não se sabe de onde veio. Só se sabe que existe.

Uma vez, perguntei com meus olhos o que ele sentia quando tudo aquilo estava dentro do coração dele novamente.
Ele me respondeu com um sorriso. Nada de palavras. Pegou em minha mão e colocou sobre o coração dele. Batia tão forte... Eu não acreditei.
Foi aí que o silêncio foi quebrado. Ele me disse: "É isso o que eu sinto. E não preciso de mais nada."

Aí eu entendi, de verdade, o que era se apaixonar por alguma coisa. Ou melhor, o que era amar uma coisa. Ele amava o que fazia, e como ele fazia. Aquilo fazia toda a diferença.
Amava profundamente, e não precisou explicar detalhadamente, aliás, o detalhe já existia. Eram as batidas profundas e aceleradas do seu coração. Amar. É simplismente amar. Sem nada a dizer, nem ao menos explicar.
Logo depois de eu fiquei parada. "Como eu nunca prestei a atenção em como isso é importante? Amar o que se faz. Amar independente de qualquer coisa." Ele voltou a fazer o que sempre fazia, e com um sorriso também respondi que estava grata. Fui embora, em busca do que eu também queria. Em busca do que eu amava, e não sabia.

(Stephanie Mello)

11 comentários:

Rafael Silveira disse...

Ótimo texto! Os detalhes sempre fazem a diferença. É isso aí!
Muito bom!

Giullianne Vicente disse...

Que coisa linda!
Adorei o texto, senti uma certa tristeza, porque meu coraçao nem sempre bate forte assim...
Beijos e boa sorte na procura...

Kàh disse...

amei... vc escreve muito bem ^^
bjux boa semana pra ti...

Rodrigo_Marques disse...

......... Que isso heim...
Fantástico,vc escreve muito bem!!^ ^ e profundamente(o que é mais difícil).
Meus parabéns Steph^ ^
Ahh,valeu pelo coment e pode deixar,se eu aprender alguma coisa nova te falo ok.
Até mais!!
Bjs!!

• || Rai || • disse...

Poxa, percebi que vc realmente compreendeu e questionou da melhor forma possível o momento, o que estava pensando, lindo o post hein ^^
Vc escreve mto bem :)

Bjão!

Lorde Croowel disse...

Muito linda a postagem.
Fazer as coisas com amor, procurar o amor em tudo..seria o essencial na vida de todos nós. Mas acabamos nos tornando satisfeitos com a infelicidade ou com a falta.

Dark and Light disse...

Stephanie você realmente arebenta, escreve muito bem, o amar realmente não precisa ser explicado, só precisa ser sentido.
Muito linda a postagem!
Obrigado por nos permitir ler e acompanhar uns trechinhos das palavras que percorrem sua mente e seu coração.
abraço

steffany disse...

o sentimento puro simplismente é assim:..não se fala nem se explica , apenas se sente e se age quase que por um impulso...
e isso é o bom da coisa...a mais singela inoscência..de não ter culpa...
bj

Isadora. disse...

Oi :)
Valeu por visitar meu blog e deixar um comentário!

Seu blog é mui interessante!
:*

A Louca Resolvida disse...

Olá...
acredito q esteja vivendo um momento de mudanças e nada mais justo q abrir seus horizontes para as novas experiencias!
gosto mto daki!
Post novo la...
Beeijo

mille. disse...

MUITOOOOOO LEGAL SEU TEXTOOOOO (: